2 de out de 2010

Você decide!

por Marco Nascimento


Mesmo antes de nascermos, muitas decisões já são tomadas sobre nossa vida, porém como não temos conhecimento, ou livre arbítrio, as decisões são tomadas por outras pessoas. Mas com o passar do tempo, as decisões podem e devem ser feitas por nós mesmos.

Quando ainda estamos na barriga de nossa mãe – ou até mesmo antes disso acontecer – as pessoas já decidem qual será nosso nome. Quando nascemos ainda decidem quais roupas usaremos, em quais escolas estudaremos, qual será nosso time de futebol favorito e ainda qual música deveremos ouvir.

A cada ano de vida começamos a dar palpites sobre o que queremos, mudando muitas vezes algumas decisões tomadas no passado, mesmo assim, muitas vezes as decisões ainda são feitas por outras pessoas, pois “não temos idade para decidir ainda”.

Quando ainda criança, podemos começar a decidir qual roupa usar, qual tênis colocar, mas nem pense em reclamar da escola ou do professor, afinal a decisão ainda será de seus pais. Na adolescência isso não muda muito, mas agora mais do que nunca somos nós mesmos que escolhemos roupas e sapatos, além de poder decidir se quer ou não ir a algum lugar, dentre outras coisas. Mas as “principais” decisões ainda são tomadas por outras pessoas.

Quando fazemos 18 anos, a tal idade da maioridade, as decisões passam a ser exclusivamente nossas. Pelo menos é assim que deveria ser, afinal, estamos falando do nosso próprio futuro. É geralmente nesta idade que decidimos qual profissão seguir, então nada mais do que normal a própria pessoa decidir.

O certo é que nossa vida é feita de fases, e por isso temos as fases que são os outros que decidem por nós, e depois a fase que nós passamos a tomar as decisões. Quando ainda somos crianças ou adolescentes, não conhecemos muitas coisas, por isso nossos pais devem e podem decidir por nós, mas quando crescemos e nos tornamos adultos, nossas responsabilidades aumentam, por isso é hora de tomarmos nossas próprias decisões, para que no futuro possamos decidir por alguém, nossos filhos. Afinal, é errando que se aprende.

Mas antes de tomar alguma decisão, sempre é bom pensarmos nas consequências, pois podemos escolher algo errado, porém consertar rapidamente, mas decisões erradas podem também ser irremediáveis.

Amanhã, 03 de outubro, o Brasil escolhe quem será seu próximo presidente, além de decidir quem irá fazer parte de outros cargos públicos – governador, senador, deputado estadual e federal. Chegou mais uma vez uma fase de decisão.

Lembre-se, muitas vezes decidiram por você e depois você viu que não foi a melhor escolha, então pense bem, analise os candidatos e faça a sua escolha, tome a sua decisão. Não desperdice seu voto e nem vote por ele ser bonito ou feio, famoso ou anônimo. Vote pela responsabilidade, pelo trabalho, pela sinceridade. Sei que pode ser difícil, mas qualquer decisão errada, a coisa pode piorar sim.

Neste domingo de eleições, a decisão é sua. Você decide se quer lutar por um país melhor, ou se quer mais uma vez ficar de braços cruzados e ver os outros decidindo por você.

Vota Brasil, mas vote com consciência. Afinal, este país é nosso e é nele que você vive.

Abraço!

2 comentários:

  1. Mais uma vez vamos votar, mas como sempre votem com cociencia e responsabilidade, pois o futuro deste pais esta em nossas mãos!

    ResponderExcluir