19 de out de 2010

Reencontro!

por Marco Nascimento


Meu primeiro encontro com ele foi há alguns anos atrás. De forma despretensiosa, ele chegou e foi me conquistando dia a dia, tornando-se uma das coisas mais importantes da minha vida por um longo período.

Os dias que passei com ele foram os melhores, comecei a observar o mundo de uma maneira melhor, sorrir de forma mais leve e a me preocupar com que o outro pensara. Vivia dias lindos, cheios de sonhos e fantasias. Mas ele também tinha seu lado ruim.

Aprendi o que era saudade... este sentimento tão ruim e tão bom ao mesmo tempo. Vivia me perguntando: se ele era tão bom, como poderia deixar um sentimento ruim, de distância e de dor, ocupar seu lugar, mesmo que seja por alguns instantes?

Confesso que vivi dias ótimos, mas ao mesmo tempo, ruins. Porém, essenciais.

Nunca me esqueço do dia em que conheci o “Amor”, o mais nobre dos sentimentos, que trás para nossa vida uma mistura de sentimentos. Que faz com que nosso mundo fique mais colorido, mais alegre, mais divertido.

O amor nos trás amizade, verdade, sinceridade, dedicação, mas ao mesmo tempo tem a insegurança, a saudade, o medo, ou até mesmo o egoísmo. É, o Amor tem suas qualidades e defeitos, mas também nos trás momentos inesquecíveis e um aprendizado maravilhoso.

O Amor muda, cresce, se desenvolve, se fortalece. Ah, o Amor!!!

Eu que pensara que depois do longo encontro que tivemos, ele nunca me abandonaria, mas pelo contrário, me abandou, me deixou para trás. Foi sem ao menos dizer tchau. Pensei então que nunca mais voltaria. Mas não, ele só havia ido visitar outras pessoas, viver em outros lares, em outros corações.

Depois de esperar por um período, e confesso, sentir sua falta, eis que sem aviso prévio, o Amor volta com toda força para a minha vida. Hoje o vejo com mais clareza e bondade, além de perceber que o tempo que ele passou longe de mim, só fez bem para nós dois.

Tanto ele, o amor, quanto eu, estamos mais maduros, mais crescidos e mais responsáveis. A distância que havia se instalado entre nós ficou para o passado e o nosso reencontro não poderia ser melhor. É, hoje tenho novamente a certeza que ele é o mais nobre sentimento e que não dá para viver por muito tempo sem ele, o Amor.

Por isso, Ame!

Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário