3 de out de 2010

Eleição pós Lula

por Jorge Romero


Hoje é dia de eleição. Li o texto do Marco Nascimento – abaixo - e fiz questão de dar minha opinião sobre cada candidato a presidência. Desde as diretas já, este ano considero o mais fraco para escolher os candidatos, além de parecer os mesmos, não apresentam carisma suficiente para conquistar o mínimo da simpatia.

Tirando o Plínio Arruda que está mais para o humorístico “Pânico na TV” e os que não apresentam nem 1% nas pesquisas, os outros três candidatos estão envolvidos em escândalos sim, ou são ministras do atual governo ou do passado.

Criticar é difícil para os dois “principais” candidatos, pois um fala do outro mas os “chefes” de ambos ficaram 8 anos no poder.

Uma leva vantagem, pois seu cabo eleitoral tem carisma suficiente para ganhar mais três eleições. Inabalável, Lula termina seu ciclo como o representante do povo, pelo menos é o que acredita a sua maioria. O outro sofre por ser mal-humorado e da direita (leia-se governo FHC). Tem gente que ainda comenta de direita e esquerda isso nem existe mais. E a terceira ainda não está passando confiança suficiente para comandar um país, por isso acredito que treinará muitas eleições para vencer.

Acho essas pesquisas uma furada, primeiro porque nunca fui entrevistado por tal instituto, e pior, não conheço ninguém que foi. Tá bom, vai aparecer uma e dizer que foi, tudo bem, mas não pode representar um território continental e segundo, tem pessoas que levam tão a sério que mudam seu voto. Sim, comentam que não votam no candidato X, pois não vai ganhar com este pensamento não ganha mesmo.

Em locais públicos, percebo que o povo se manifesta favorável a candidatos menos conceituados. Não frequento todos os lugares, mas tenho esta impressão.

Então vote certo. Não serei aqueles jornalistas ou celebridades que pedem para você votar com consciência e não jogar na privada seu voto, mas não fala o nome do candidato certo que vai mudar o mundo, porque nem seria verdade, pois é difícil escolher entre tantos ruins, mas todos nós podemos fazer a diferença escolhendo o menos pior e melhor, usando a sua cabeça e a sua verdade.

Boa eleição e bom domingo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário