30 de ago de 2011

Um brinde as diferenças!

por Marco Nascimento


Criança, adolescente, adulto, idoso, alto, médio, baixo, magro, gordo, bonito, feio, cabelo liso, enrolado, comprido, curto, natural, tingido, com enfeite, sem enfeite, raspado, com dredlocks... de chapéu, boné, touca, lenço, sem nada na cabeça.

Branco, negro, índio, mestiço, acompanhado, sozinho, solteiro, noivo, namorando, casado, tatuado, com piercing, de óculos, sem óculos, de brinco, sem brinco...

De calça, de shorts, de sunga, de cueca, sem cueca, de calcinha, saia ou vestido. Depilado, peludo, careca, cabeludo, de bigode, barba ou cavanhaque. Dançando, parado, com ritmo, sem ritmo, com fome, com sede, tomando cerveja, vodka, refrigerante ou água.

De Bauru, Agudos, Marília, Três Lagoas, Ribeirão, São Paulo ou Pirajuí. De carro, a pé, de ônibus, de carona...

De salto, sem salto, de chinelo, descalço, de camiseta, sem camiseta, de bolsa, sem bolsa, com amigos, amigas ou afins. De verde, azul, rosa, ou colorido...

Enfim, cada um ao seu modo, a sua maneira, ao seu gosto. Cada um com seu modo de ver a vida, com suas alegrias e tristezas, verdades e mentiras. Cada um vivendo a sua vida, feliz, se divertindo.

Porque somos todos diferentes, com pequenos detalhes iguais, mas diferentes. E as diferenças devem ser respeitadas.

E viva as diferenças!!!

Abraços!


Texto inspirado na 4ª Parada da Diversidade de Bauru, realizada em 28/08, que mostrou o quão diverso são as pessoas, e principalmente, como dá e é necessário vivermos e convivermos pacificamente com as diferenças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário