3 de ago de 2011

E sonhos não envelhecem...

por Fabi Prado


Hoje sentei pra escrever para o blog... enquanto pensava em algo para escrever, eu ouvia Flávio Venturini... Clube da Esquina II.

Portanto hoje não tem texto. Envio a letra perfeita de uma música que é um bálsamo...

“Porque se chamava moço também se chamava estrada... viagem de ventania.
Nem lembra se olhou pra trás ao primeiro passo, aço, aço...
Porque se chamava homem também se chamavam sonhos e sonhos não envelhecem!!!
Em meio a tantos gases lacrimogênios ficam calmos, calmos...
E lá se vai mais um dia...
E basta contar compasso. E basta contar consigo.
Que a chama não tem pavio... de tudo se faz canção e o coração na curva de um rio, rio...
E lá se vai mais um dia...
E o rio de asfalto e gente entorna pelas ladeiras. E entope o meio-fio.
Esquina mais de um milhão quero ver então a gente, gente, gente...
E lá se vai mais um dia...”

Os sonhos nunca envelhecem. Jamais deixe morrer os que vivem dentro de você.

“Nem lembra se olhou prá trás ao primeiro passo...”
(Clube da Esquina II – Flávio Venturini/Milton Nascimento/Lô e Márcio Borges)

Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até a semana que vem, se Deus quiser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário