17 de ago de 2011

O preço da honestidade

por Fabi Prado


Como tem sido alto esse preço!!!

Pergunto-me se vale a pena tanta gente querendo ter filho, tanta gente apostando num futuro melhor se, a cada dia que passa, o que vemos leva-nos a crer que o futuro é incerto, injusto e insensato.

Hoje em dia ser honesto está fora de moda. Tem pessoas pagando com a própria vida o preço por serem honestas, sensatas, pagando com a própria vida o preço do cumprimento do dever profissional, pagando com a vida de entes queridos o preço por serem justas, pagando com a ausência total de liberdade, de felicidade, de dignidade.

Enquanto o mal triunfar, de que adiantará lutarmos pelo bem? Ser do bem está cada vez mais fora de moda... A dignidade humana não tem mais valor. De que vale ser honesto se os honestos são sempre as maiores vítimas?

O juiz corrupto é esquecido e a juíza honesta é cruelmente executada.

E viva o Brasil, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 e a lamentável e podre segurança pública no nosso país.

Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até a semana que vem, se Deus quiser.


Texto dedicado à juíza Patrícia Acioli, brutalmente executada em Niterói - RJ na última sexta-feira. Alguém que pagou com a vida o preço por ser honesta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário