20 de mai de 2011

Foi o que ficou...

por Mariana Perez

“A verdade é que ainda hesito em dar um nome àquilo que ficou depois de tudo. Porque alguma coisa ficou.”
(Caio F. Abreu)


O blog pra mim, hoje, seria um instrumento de dizer tudo aquilo que muitas vezes me é vetado, ou até mesmo aquilo que nem quero dizer, mas que por algum motivo ou força maior precisa ganhar o mundo.

Sou uma sonhadora nata, e por essa razão minha vida é recheada de saudades nesse percurso, o que acaba por vezes me deixando melancólica e com uma dorzinha lá no fundo, com explicação, mas que no momento não cabem mais nenhum tipo de objeções ou comentários referente ao assunto.

Prometi que não havia mais necessidade de falar sobre tal, mas o que não sabia é que ele ainda poderia voltar nos meus sonhos.

Lembro-me das músicas ouvidas e dançadas juntos, dos almoços, dos jantares, silêncios compartilhados, das intermináveis madrugadas no Fran´s, regados a doses de vodka com citrus, mesmo porque ele dizia que como já estava amanhecendo (mentira, já tinha amanhecido!) se tomássemos energético não iríamos dormir... E quem disse que eu queria dormir!? Imagina... Queria estar alí, degustando de cada momento com ele até o último instante que os meus olhos agüentassem a ficar abertos.

Foi pouco tempo, pouca coisa... mas poucas grandes coisas! Talvez tudo não tenha passado de uma ilusão, ou quem sabe ele possa sim ter sido de verdade, mas a covardia falou mais alto. Mesmo porque se tratando de não arriscar-se não me considero a pessoa mais indicada pra falar do assunto, uma vez que essa foi a primeira vez que consegui fechar os olhos sem pensar no amanhã.

Eu já sabia do final da história, mas não me importava porque eu queria estar com ele... Até o dia em que ainda me fosse permitido.

A raiva, a angústia, a dor, todos esses sentimentos que afetam a alma foram embora... E agora o que me resta é essa saudade de ver aqueles olhos apertados sorrindo pra mim!


Um final de semana iluminado ♥


2 comentários:

  1. Linda

    Que descrição emocionante de uma fase! Palavras escolhidas á dedo!
    Grande beijo!

    Ricardo Schneider (RS)

    ResponderExcluir
  2. Mariana, geralmente é isso que fica nos finais. Mas o mais importante é perceber que voce viveu...e de novo!

    Abçs =)

    ResponderExcluir