11 de mai de 2011

Feliz aniversário!!!

por Fabi Prado


Sexta-feira próxima, dia 13 de maio, comemora-se várias datas importantes. Se me pedissem para citar a mais importante delas para o contexto histórico do Brasil, eu citaria a abolição da escravatura no Brasil, em 13 de maio de 1888.

Mas para o contexto histórico mundial, pra mim o dia 13 de maio também deve ser lembrado porque nesse dia, no ano de 1941, nascia Ricardo Estebam Valenzuela Reyes, ou simplesmente Ritchie Valens, um cara que viveu apenas 18 anos incompletos, mas que deixou a sua marca registrada.

Quem é de vocês que tem 27 anos ou mais e que não se lembra do clássico e iconográfico filme do final dos anos 80 “La Bamba”??? O ator Lou Diamond Phillips fez o papel de Ritchie.

Aliás, quem é de vocês dessa idade ai que nunca se pegou cantarolando mesmo que sem querer “Para bailar la bamba se necessita una poca de gracia...”???

Talentoso, humilde e musicalmente ousado, foi ele, ao lado de Buddy Holly, o “pai” do rock’n roll, e The Big Bopper, um dos grandes pioneiros desse estilo em meados dos anos 50.

A morte deles, demasiadamente prematura eu diria, que aconteceu em um acidente aéreo no dia 03 de fevereiro de 1959, Ritchie com apenas 17, The Big Bopper com 29 e Buddy com 23 anos de idade, fechou para o mundo algumas portas. Tanto é real a importância deles para a musicalidade mundial que esse dia até hoje é conhecido como * “O dia em que a música morreu”.

Grandes conhecedores de música acreditam que essas perdas deixaram o rock’n roll sem valiosas contribuições que poderiam ter influenciado tudo o que hoje conhecemos sobre esse estilo musical. Acredita-se também que não só o rock, mas a música num todo, perdeu muito com a morte desses caras.

E eu também acredito nisso. Em poucos anos como músicos, eles deixaram um legado esplêndido que até hoje é cultuado, adorado, seguido e amplamente respeitado pelos quatro cantos do mundo.

E o pior de toda a prematuridade dessas mortes, é que hoje, ao ouvirmos uma música, nem sempre existe por trás daquela voz ou por trás daquela composição, um talento incomparável como era o talento desses três grandes nomes do *Rockabilly.

E isso me remete a uma angústia tão grande... Que falta nos faz nos dias atuais grandes compositores e grandes intérpretes. Hoje em dia os talentos musicais, sejam eles do ritmo que for, estão bastante escassos ou, eu diria, quase inexistentes.

Que pena!!!

E antes que eu me esqueça: Feliz aniversário Ritchie. Valeu!!!

Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até semana que vem, se Deus quiser.


*Rockabilly – é um popular estilo de música da década de 50, combinando rock n’ roll com bluegrass (dando origem ao nome, que combina “rock” com “hillbilly”), que posteriormente deu origem à moda pin-up. Os grandes pioneiros desse estilo musical foram Buddy Holly, Elvis Presley, The Big Bopper e Ritchie Valens.

*“O dia em que a música morreu.” – Expressão usada para lembrar o dia 03 de fevereiro de 1959, quando, no auge de suas carreiras, morreram Buddy Holly, o grande fundador do rock’n roll, Ritchie Valens e The Big Bopper, dois dos maiores gênios desse estilo musical de todos os tempos. Em 1971, o cantor Don Mclean fez a canção “American Pie” em homenagem a essa data, canção esta que anos mais tarde foi regravada por Madonna.

Foto: Holly Monument – Monumento existente no local da queda do avião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário