7 de dez de 2010


por Marco Nascimento

A sua história começou em 1º de setembro de 1910, quando cinco operários - Joaquim Ambrósio, Carlos da Silva, Rafael Perrone, Antônio Pereira e Anselmo Correia -, após assistirem a uma partida de uma equipe de futebol da Inglaterra, se reuniram com mais oito rapazes e neste dia fundaram o "Sport Club Corinthians Paulista".

A inspiração veio da Europa, mas seu primeiro presidente, o alfaiate Miguel Bettaglia, afirmou desde o início que "o Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time". E assim se fez.

Com 100 anos de história, comemorados em 2010, o time paulista é um dos mais populares do futebol brasileiro. Tem uma das maiores torcidas do país, e posso afirmar, mesmo não sendo corinthiano, que tem a mais fiel delas. Não é à toa que sua maior torcida organizada tem o nome de “Gaviões da Fiel”.

A prova da fidelidade de sua torcida pode ser vista em 2007, quando o time foi rebaixado para a série B do Campeonato Brasileiro. Como qualquer time de futebol, o Corinthians já havia passado por altos e baixos, mas este fato foi como uma facada nas costas, algo que torcedor nenhum esperava. A tristeza, a angústia por deixar a elite do futebol estava estampada na cara de todo torcedor corinthiano, que optou pelo mais correto, pelo que o time realmente esperava do torcedor. Lutar sempre, não desistir, e apoiar o time neste momento difícil.

No ano seguinte a dor foi recompensada e a alegria estava de volta ao rosto dos corinthianos. O time consagrou-se campeão da série B, e com isso pode voltar a elite do Brasileirão. Em 2009 os torcedores além de comemorar a “reestreia” no Campeonato Brasileiro, ainda comemoraram os títulos de campeão do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, além da conquista de uma vaga na tão sonhada vaga na Taça Libertadores.

No ano do centenário, 2010, o que os torcedores queriam eram títulos. Há quem falasse que iriam ganhar todos os títulos disputados no ano, mas não, não ganharam. Restou então a esperança de vencer o Campeonato Brasileiro.

Em um torneio muito disputado, o Corinthians sempre se manteve muito bem na tabela, conseguindo chegar à última rodada, a mais disputada, entre os três times com a chance de levar o caneco, porém dependendo de uma combinação de resultados.

Aos 19 minutos da “grande final”, o Goiás abriu o placar e o Corinthians deu um passo para trás na disputa pelo título, mas engana-se quem pensar que a torcida desanimou. O “bando de loucos” agitou ainda mais, apoiando o time para que o mesmo lutasse pela vitória. Fato que ocorreu novamente quando foi anunciado o gol do Fluminense, que com este gol se consagraria campeão.

Os fiéis corinthianos já deram várias provas de amor ao clube paulista, e mesmo não tendo conquistado nenhum título em seu centenário, o Corinthians pôde comemorar por ter a mais fiel das torcidas brasileiras. Se não mundial.


A decepção pela perca de um campeonato é grande, mas continuar apoiando o time, e lutando junto com ele, mesmo em um momento difícil, é o que mais vale. Parabéns a torcida corinthiana pelos 100 anos de fidelidade.

E a todas as torcidas, Paz nos estádios.

Abraço!

2 comentários:

  1. eu sou uma LOUCA POR TI CORINTHIANS...
    belo texto Marco!

    Mil bjs ♥

    ResponderExcluir
  2. Somos realmente um "bando de Loco" rs

    Parabéns Marco, Amei o texto, apesar de vc não ser torcedor do Timão, passou muito bem a idéia da torcida!! Ser fiel até o fim!!!

    P.S: Volta logo pra cá guri!!

    ResponderExcluir