17 de dez de 2010

Minha primeira vez

por Mariana Perez


“A felicidade é um problema individual. Aqui nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.”
(Freud)

Como toda primeira vez, fiquei mais nervosa do que gostaria ou imaginava. Mas bastou-se alguns segundos pra eu ficar à vontade, e não usar nenhum tipo de máscara.

Depois de anos rejeitando a idéia de fazer terapia, resolvi ceder aos apelos dos meus verdadeiros amigos, e procurei a dita cuja.

Na verdade, eu acho que precisei de terapia desde o útero, mas isso já é assunto para futuros posts.

O primeiro impacto me apresentei, falei sobre o que fazia, onde trabalhava, sem muitos detalhes, mesmo porque não conseguia olhar nos olhos dela, o que pra mim, é algo impossível em uma conversa ou troca de experiências.

Não demorou muito pra que chegássemos ao ponto em que eu mais temia: O PASSADO.

Aquela coisa, ali atrás, que quando menos o esperamos saí da gaveta (por nossa vontade) e se instala tirando a paz do presente.

Foi difícil assumir pra mim, o quanto me enganei nesses últimos três anos, e constatar sem mais nenhuma dúvida que ele foi, e é a minha pendência deixada pra trás. Pendência essa que não me libera e que só atrasa todos os meus planos, de um dia quem sabe sentir o “felizes para sempre”.

O conselho à que me foi dado é o mais simples e o mais óbvio, e o mais infeliz que eu daria meu coração pra não ter que ouvir: VOCÊ VAI ESPERAR ELE SE CASAR?

Sei que pode parecer loucura, sei que posso me arrepender mais uma vez de fazer tudo de novo, tudo por ele... mas eu vou fazer!

E se nada disso adiantar e não der certo, na próxima semana eu volto pra ela ajudar a colar os meus cacos, e a me preparar a quem sabe, a amar de novo!


Um final de semana iluminado ♥

7 comentários:

  1. Mariana,
    eu também faço terapia há cerca de 1 ano,e confesso que não sei mais viver sem!
    Seu texto? Uma graça como todas as sextas-feiras! Parabéns!!!!!!

    Abçs!

    ResponderExcluir
  2. Doce Mariana, boa sorte para sua decisão!

    Graciosidade no texto!
    Abraço!

    Luiz Fernando (RJ)

    ResponderExcluir
  3. Mariana,
    sempre me identifico com seus textos!

    Parabéns...você é ótima!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Mariana,ainda não pude responder seu e-mail, pois estou de férias no Chile com meu marido. Mas fique tranquila que assim que voltar ao Brasil, trataremos de conversar sobre a proposta do site.

    Bom, eu sou suspeita pra falar sobre seus textos.Observo em você semanalmente um crescimento moral e intelectual altíssimo. Será que teremos uma nova Lispector? (risos!)

    Parabéns e sucesso á você, principalmente nesse momento de "decisões" em sua vida!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. lindo texto Mariana!
    Penso que casa vez mais temos que cuidar da saúde da alma com terapia!

    Abraço!

    Carol Bastos

    ResponderExcluir
  6. há pouco tempo tb inicei nesse universo da terapia, e confesso á vc, que meu relacionamento melhorou muito!!!
    Muito bom texto Mariana!

    Abraço.
    Matheus Henrique

    ResponderExcluir
  7. Mariana
    realmente se todas as pessoas soubessem os efeitos que causam ao ser humano uma boa terapia, não haveriam tantas pessoas com doenças emocionais no mundo.

    Excelente texto! Parabéns.(Porto Alegre)

    ResponderExcluir