14 de nov de 2010

Educação: prioridade esquecida

por Jorge Romero


No último final de semana, vários adolescentes se preparavam para fazer o ENEM, e o que aconteceu todos sabem. Se vai anular ou não nem vem ao caso, mas os erros e novamente poder ter vazado algo sobre a prova já mostra certa incompetência. Descaso que está em toda educação que vinha de berço, hoje tem ótimas campanhas e programas para educar as crianças, mas os pais também precisam.

Percebo que colégio (estudo) não é prioridade, nem com 07 anos de idade. Eu sei que é chato, mas necessário.

A taxa de analfabetismo nosso Brasil é outro ponto discutível. Acredito em um número muito maior do que o divulgado. Quando fui tirar minha identidade, tinham cerca de 11 pessoas na minha frente, e pelo que percebi só eu e mais três sabíamos escrever onde a atendente grosseira e estúpida indicava. Então com este número no centro do Rio de Janeiro, o interior deve ser pior.

Os professores desrespeitados e muitos sofrem violência dentro da sala de aula, fazem parte do cotidiano. Mestre e violência são palavras que não combinam.

Outro ponto esquecido é a interação família-escola. Hoje os pais colocam no transporte escolar e os diretores nem conhecem os responsáveis, que só aparecem para saber se os filhos ficarão reprovados. Chegando o fim do ano eles aparecem com esta preocupação.

Infelizmente a educação no Brasil ficará reprovada em 2010.

Bom domingo e estudem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário