31 de jan de 2012

Engano meu!

por Marco Nascimento


Cresci achando que o céu fosse sempre azul, o sol amarelo e que o arco íris sairia após todas as chuvas. Que “bom dia” seria pronunciado por todos em todas as manhãs, “boa tarde” todas as tardes e “boa noite” todas as noites. Que “obrigado” sempre finalizaria uma troca de gentilezas, e “por favor” viria antes de um pedido.

Achei que os pais sempre amariam seus filhos e vice versa. Que amizade não seria trocada por dinheiro ou classe social. Que caráter fosse mais importante que sexualidade, religião ou cor.

Achei que as florestas seriam sempre verdes, os rios limpos e os pássaros livres. Que os cachorros fossem o melhor amigo do homem, e o homem o melhor amigo do cachorro.

Cresci achando e acreditando que educação fosse algo natural e que todos tivessem ou ao menos procurasse ter, mas engano meu. Achei que o mundo, ou melhor, as pessoas fossem sábias o suficiente pra viver em uma sociedade limpa e respeitosa, mas, mais uma vez me enganei.

Triste ser (des)humano!!!

Abraço!

Ih, Falei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário