29 de fev de 2012

A cura para a alergia

por Fabi Prado


Eu sou uma pessoa que vive revoltada com tudo, mas nada me revolta mais do que matérias do tipo “Cientistas chegam cada vez mais perto da cura para a AIDS”.

Fala sério, enquanto uma porcentagem pequena da população é HIV positivo, uma grande porcentagem tem alergia. Então se a alergia acomete quase 1/5 da população mundial, porque é que ninguém tenta descobrir se há cura para a alergia ao invés de ficar correndo atrás da cura para a AIDS?

Convenhamos: basicamente a AIDS pode ser evitada. Aprende-se isso na escola e ouve-se falar disso o resto da vida incessantemente, ou seja, podemos fazer algo para não contraí-la.

Agora a alergia, essa não pode ser evitada. Geralmente herda-se a alergia, ou seja, é uma doença que não pode ser prevenida.

Porque será então que os cientistas não estudam uma maneira dos pais não transmitirem as suas alergias aos filhos ou os avós aos netos ou os tios aos sobrinhos...

Nada contra os estudos para as mais diversas curas de doenças, mas acho que o foco deveria ser mais vasto e não apenas nas doenças que matam mais rapidamente, até porque a alergia é uma doença grave que também pode matar, e que repito, acomete cerca de 20% da população mundial (muito mais do que a AIDS) e assim como a AIDS é incurável.

Tem gente que tem alergia a borracha das sandálias Havaianas; tem gente que é alérgico a camarão, ao tão inofensivo e gostoso camarão; tem gente que tem alergia a esmalte... são as mais diversas causas.

Eu que sou super alérgica a “quase” tudo, vivo no Celegin® direto e reto, rezo todos os dias para que algum cientista perdido mundo afora tenha a “luz” e tente pelo menos descobrir uma forma de isolar o gene que transmite hereditariamente a alergia para podermos um dia sonhar com um mundo com menos alérgicos.

E para mim não tem mais jeito, mas para que eu possa sonhar em ter filhos não alérgicos. Quem sabe!

Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até a semana que vem, se Deus quiser.

Ih, Falei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário