5 de abr de 2011

Meu caminho!

por Marco Nascimento


Porque tenho que sentir uma dor que não é minha? Não fiz nada de errado. Não tenho culpa por este sentimento, gostar de quem eu gosto, e querer quem eu quero.

Se vou no caminho contrário, que culpa eu tenho? Não pude escolher qual caminho iria seguir. Meu mapa veio errado, minha bússola não funciona e pra mim, na verdade, este não é o caminho errado. É apenas o caminho que devo seguir.

Confesso que às vezes fico perdido, sem saber qual direção eu devo seguir. Penso até em voltar para trás. Em seguir o caminho que as placas me indicam. Ir de acordo com as informações que me passam.

Mas não, não é isso que eu quero. Quero continuar seguindo a minha estrada. A minha verdade. O meu sentido. Quero continuar nesta longa estrada, pois, apesar de obstáculos, eu ainda acredito que ao fim dela, irá ter a mais belas das paisagens.

Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário