30 de set de 2010

Não dá pra não pensar!

por Marco Nascimento


Ainda lembro-me daquele 29 de setembro de 2007 como se ao invés de ter passado 3 anos – já se passou tudo isso, nem acredito! –, teria se passado apenas 3 dias. Apesar de ser um sábado, meu despertador tocou às 08:00 em ponto, e confesso, nunca fiquei tão feliz em acordar cedo em um sábado. O dia estava apenas começando, e ele ainda me reservaria grandes emoções.

Após ouvir o som do despertador, “Abri os olhos” e comecei meu dia. Escovei os dentes, tomei meu café da manhã e como de costume fui ler o jornal. Mas naquele sábado não consegui dar a devida atenção a ele, e com isso apenas o folheei.

Voltei ao quarto para terminar de arrumar minha mala. Sim eu iria viajar. Lá “no fundo do coração” uma mistura de sentimentos fazia com que um misto de felicidade, ansiedade e emoção transbordassem em meus olhos. Mala pronta, hora de ir para a rodoviária.

Como já havia comprado a passagem antes, era só esperar a hora do ônibus sair. Assim se fez às 10:00. A cada quilômetro rodado o meu coração fazia um “turu turu” cada vez mais rápido. Cheguei em São Paulo às 14:30.

Foram quatro horas e meia de viagem, que pareciam ter passadas em um piscar de olhos. Já na capital paulista me encontrei com minha tia, que me aguardava na rodoviária. “Seguimos (segue) em frente” para a casa dela, onde havia um delicioso almoço. Após almoçarmos fomos ao Museu do Ipiranga, mas quando chegamos lá já estava fechado, e só pudemos apreciar o seu belo jardim. Não fiquei chateado com isso, até porque só pensava no que me aconteceria logo mais a noite.

Enfim o tão esperado momento chegou. Não conseguia comer mais nada. Nem pensar em mais nada. Seguimos rumo ao Via Funchal e pouco mais das 21:00 já estava com meu ingresso – que havia comprado via internet – em mãos. Parecia uma grande “ilusão”, mas dentro de instantes iria assistir ao show Acústico MTV Sandy e Júnior. O primeiro show na capital paulista da turnê que marcava a despedida da dupla.

Juntei-me a mais milhares de fãs, e assim que entrei fui logo procurar meu lugar. Além de mim, mais 5 pessoas iriam dividir a mesa comigo. Pessoas estas que estava vendo pela primeira vez, mas que tínhamos algo em comum, um “estranho jeito de amar” duas pessoas que seriam as grandes estrelas da noite. Os irmãos Sandy e Júnior.

Até o início do show, ficamos conversando. E todos se surpreenderam quando falei que eu era de Bauru e havia viajado mais de quatro horas para estar ali, mas enfim, todos haviam feito um pouco de loucura.

Às 22:30 da noite as luzes se apagaram. Euforia total. Logo em seguida fãs notaram que Noely – mãe da dupla – e outros integrantes da família entraram no salão onde aconteceria o show. Todos queriam tirar fotos com ela, mas uma voz no alto falante anunciou: - Enquanto não estiverem todos sentados, o show não se iniciará. Após todos se acalmarem, um vídeo foi mostrado no telão. Ali os melhores momentos da dupla e os números do sucesso dos irmãos de Campinas.

Minutos depois os instrumentos começam a tocar e com uma voz doce, Sandy começa a primeira música: - Já senti teu cheiro solto no ar. O teu gosto não saiu da minha boca. Fecho os olhos e posso te tocar. A saudade está me deixando louca...

Naquele momento meu coração disparou, estava vivendo um sonho. Sonho este que se tornará real. Sandy e Júnior estavam em um momento importante da carreira, momentos finais, se despedindo dos fãs que os acompanharam por 17 anos, e eu, eu estava fazendo parte de tudo isso. A cada música uma sensação, uma alegria, uma emoção diferente. Parecia que o mundo lá fora não existia mais e só estava vivendo aquele momento único.

Ao final da apresentação, os irmãos se abraçam, em um momento de “dever cumprido” para eles e para nós fãs, mais um momento emocionante. Após pedidos de bis, Sandy e Júnior voltam ao palco, trazendo alegria aos seus fãs. Com as músicas “Cai a chuva” e “Vâmo Pulá”, os irmãos despediram-se de todos os presentes naquela noite, deixando um gostinho de quero mais e de que aquela foi a melhor e mais completa noite da minha vida.

Um momento "inesquecível".


Talvez muitos me critiquem por ter feito esta loucura toda, ainda mais quando souberem que fui viajar com apenas R$ 5,00 na carteira e não estava preparado para nenhum tipo de imprevisto. Mas, para todas estas pessoas eu digo: - Fiz e não me arrependo. Se pudesse, faria novamente.

Agora fico aqui, só esperando o anúncio do show solo de Sandy, pois com certeza irei fazer a mesma loucura novamente, mas agora para vê-la só.

Abraço!

2 comentários:

  1. Imagina miguxo... criticar você por ser fã de Sandy e Junior...riss
    Mas que foi loucura, isso foi...riss... Beijos

    ResponderExcluir
  2. SEI BEM COMO É ISSO TBM SOU FÃ MAS Ñ DE SANDY E JR E TO PRESTES A REALIZAR MEU SONHO DEPOIS CONTO

    ResponderExcluir