21 de set de 2010

Estar bem...

por Marco Nascimento


Ontem me perguntaram se eu estava bem. Hesitei-me para responder e depois de um curto período pensando, de resposta só saiu um simples e singelo “sim”. O sim só saiu para que houvesse uma resposta, porque na verdade, não sabia o que responder.

Após passar por este momento de dúvida, fiquei me questionando, o que é estar bem?

Será que a resposta engloba tudo o que esta acontecendo em nossa vida, ou somente o que estamos sentindo na hora? Será que a resposta tem que ser verdadeira ou devemos dizer algo, mesmo que não seja verdade, só para convencer a pessoa de que nada está errado, e encerrar ali um assunto que talvez não queiramos comentar?

Às vezes digo que sim, porém na verdade a resposta deveria ser não. Minto, ou melhor, omito a resposta, pois alguns assuntos não gosto muito de ficar comentando, achando que isso pode me poupar de um sofrimento pelo qual não quero passar. Além de achar que as pessoas não precisam ficar ouvindo certas lamentações.

Este meu poupar as pessoas pode fazer com que eu afaste as pessoas de mim, e ao invés de não sofrer, o sofrimento pode vir maior, afinal, estou encerrando o que poderia ser uma longa e ótima conversa, e ainda guardando algo de ruim dentro de mim. Mas prossigo com a posição de não querer falar, afinal, se estou sofrendo por algo, a culpa é de quem?

Minha né!?

Explico.

Muitas vezes ficamos nos perguntando por que as coisas só dão certo com outras pessoas e conosco não. É ai que ficamos nos lamentando e deixando-nos ser derrotado por um sentimento nosso. Será que se ao invés de ter baixado a cabeça e ter ido à luta, nos não seriamos beneficiados com coisas boas também?

Ter momentos de erros e dor muitas vezes é bom, porém precisamos saber tirar destes momentos coisas boas e aprender para que não passemos mais por momentos iguais a estes. Chorar desabafa, acalma, tranquiliza, mas é a luta, a batalha, a perseverança que nos trará as coisas boas da vida.

Se não estiver bem, procure saber o porque. Chore, pense, e depois levante, faça planos, lute, siga em frente, pois se você não lutar pelos seus objetivos, não será outra pessoa que fará isso por ti.

Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário