26 de set de 2010

Sonhar não custa nada!

por Jorge Romero


Meus sonhos quando durmo são sempre os mesmos, tanto que quando sonho outra coisa alarmo para todos os cantos. Não acredito em premonição ao sonhar, apesar de ter, acho coincidência por estar preocupado.

O sonho que sempre acontece é que estou em uma festa grandiosa, em que pessoas que conheço se divertem, dançam, conversam com pessoas que nunca vi, ou depois vai aparecer na minha vida. Sim, já sonhei com um ser que se materializou na minha frente semanas depois. Acredito que sonhe isso por achar realmente que a vida é uma grande festa.

Minha mãe tem um livro de significados de sonhos, mas nunca quis saber sobre este sonho. Porque neste livreto se sonhar com cachorro, pente, dinossauro ou televisão você terá grande recompensa material e pessoal, todos mesmo, sem exceção. Têm psicólogos que conseguem descobrir os mais secretos instintos do ser humano através destes sonhos.

Tenho muitos sonhos de olhos abertos – e quem não tem? –, mas quero alcançar degrau por degrau, com a mais humildade possível e sem precisar pisar em ninguém. Meu maior sonho é sempre o mesmo, também acordado, ter saúde para conquistar cada etapa.

Em um país com grandes problemas, sonhar chega a ser contraditório, mas o bom é saber que cada passo você consegue o que se acredita. Sonhar só com bem material acho perda de tempo. Ficar feliz com o que se tem é um sonho.

Não importa seu sonho, o importante é acreditar e ter os pés no chão, para que assim, não fique só no pensamento.

Bom domingo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário