6 de jul de 2011

As 10 melhores sensações que alguém pode sentir na vida.

por Fabi Prado


1ª) O primeiro beijo. Fala sério!!! Está elencada em primeiro porque é a melhor sensação do planeta. Singela, inesquecível, assustadora e única.
2ª) Ver alguém que amamos com a saúde recuperada. Impagável você ver aquela pessoa que você ama refeita, curada, sadia depois de algum tempo adoecida ou acidentada. É colírio para os olhos.
3ª) Chegar de volta a sua cidade. Viajar é bom, convenhamos. Até ir de Bauru a Agudos é bom. O verde que ladeia a Rondon, a beleza do céu abundante, os condomínios fechados recheados de belos imóveis. Agora, melhor do que viajar é voltar pra cidade da gente, pro nosso lar, nossa terra. Costumo dizer que o cheiro da terra da gente é o melhor de todos os perfumes. A sensação de regresso é renovadora e deliciosa.
4ª) Tirar 10 numa prova. Seja ela qual for... Se for de matemática então, a sensação é quase insustentável de tão perfeita que é. Se for em um exame final na faculdade, nossa, melhor impossível. Ainda que seja numa prova fácil que você nem precisava tirar tanta nota é uma das mais gostosas sensações do mundo, não podemos negar e o melhor é que ela se repete a cada vez que tiramos 10. Não cansamos nunca de senti-la.
5ª) Assistir um filme que amamos pela segunda, terceira, quarta, quinta vez... Eu tenho mania de assistir aos filmes que eu gosto muitas vezes. Sempre fui assim. Dá um prazer enorme poder ver pela segunda, terceira, quarta vez um filme que eu acho interessante, divertido, que faz com que eu me sinta bem. Perdi a conta de quantas vezes já assisti clássicos como Os Goonies, Curtindo a vida adoidado, A lista de Schindler, Titanic, Jurrasic Park, E o vento levou, O conde de Monte Cristo, A corrente do bem... Chego a decorar as falas de tanto que assisto. E a cada nova “assistida”, um novo contentamento. Ah, como é bom...
6ª) A maternidade/paternidade. Sinceramente não sei se algum dia serei mãe. Tenho planos até, mas como isso é algo que depende de diversos fatores “sócio-econômicos-familiares-psicológicos”, não sei se concretizarei-o, mas que deve ser uma sensação das melhores do mundo, ah isso deve. Gerar ou fazer gerar uma vida é a plenitude de estarmos na terra, é a continuidade, é a personificação do que Deus quer e espera de nós. É magia pura e deve ser simplesmente demais.
7ª) Ser tio/tia. O dia que a minha sobrinha nasceu quase tive uma sincope. Não sabia se ria ou se chorava, se me ajoelhava e agradecia a Deus por ela ser perfeita e saudável, se saia correndo e gritando, se sentava e ficava admirando-a chorar aos berros no berçário... É infinitamente maravilhosa a sensação.
8ª) Tirar habilitação. Tirar a tão sonhada CNH é tudo o que há de melhor. É uma sensação de soberania, de “eu cresci, sou adulto agora porque a lei já me permite dirigir”, sensação de “agora vão me respeitar”... Simplesmente indescritível principalmente se for tirada logo após completarmos os tão esperados 18 anos.
9ª) Ganhar um carro zero km. Dizem que o primeiro carro zero marca pra sempre a vida de uma pessoa, ainda mais nós brasileiros vindos desde o berço cercados por uma cultura capitalista exagerada e apelativa. Não sei dizer o porquê, ainda não tive o meu primeiro carro zero comprado, muito menos ganhei um, mas eu conheço pessoas que já ganharam um carro zero e descrevem a sensação como sendo plena, revigorante, sensacional. Eu imagino mesmo o quanto deve ser gostosa essa sensação.
10ª) Bom, teriam várias outras a serem descritas, eu elencaria dezenas de sensações maravilhosas além dessas. Então que em décimo lugar cada leitor elenque a sua melhor sensação.
E boas sensações a todos!!!
Obs.: Muitos devem estar se perguntando o motivo pelo qual eu não elenquei entre as 10 melhores a sensação de “ganhar na loteria”. Há uma razão. Não o fiz simplesmente porque tenho a impressão de que dinheiro e felicidade nem sempre caminham juntos.
Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até a semana que vem, se Deus quiser.

2 comentários:

  1. Amiga...ameeei seu texto!!! Muito boa a ideia =)
    Engraçadíssimo a parte do “sócio-econômicos-familiares-psicológicos”, e me encaixo direitinho na parte de ser tia...como é bom!!! E olha que eu já sou de tres hein...tô veia mesmo rss!!!

    Mil bjs lindona ♥

    ResponderExcluir