21 de set de 2011

O melhor dos sentimentos

por Fabi Prado


Não, não vim falar de amor. Pelo título do texto até pode parecer, mas vim falar de algo maior. Vim falar de paz.

Alguém já parou pra pensar quanto vale a paz?

Estar em paz, viver em paz não vale tudo o que há de valor no mundo, acredite. Vale mais.

Você pode comprar muitas coisas. Você pode conquistar muitas coisas. Você pode lutar por muitas coisas, mas a paz é algo que não tem luta, conquista, poder ou dinheiro que te traga.

Se a paz pudesse ser comprada ou conquistada, os Estados Unidos, que é um dos países mais ricos e poderosos do mundo, viveria em paz e, no entanto sabemos que é exatamente o contrário que acontece por lá.

A paz a gente sente, a gente alcança, a gente preserva.

Aquele que vive em paz tem o maior dos tesouros. Nada como dormir em paz, acordar em paz, passar o dia em paz, viver em paz.

Dentre as coisas que não tem preço, classifico a paz como a principal delas, a mais importante e a mais valiosa.

Quer saber o valor que tem a paz? Experimente a guerra, experimente a falta de sossego, experimente a incerteza.

Ainda que você tenha amor, amizade, respeito, cumplicidade, afeto, se você não tiver paz, você não será feliz.

Sem paz o amor não é pleno, a amizade não resolve, o respeito se torna vão, a cumplicidade some e o afeto é frio.

Eu voto na paz como o melhor sentimento que há.

Até que me provem o contrário, nada vale a minha paz... Nem todo o amor do mundo.

Amigos, findo-me por aqui. Aquele abraço e até a semana que vem, se Deus quiser.

Ih, Falei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário