11 de mai de 2012

Tirando as rodinhas...

por Mariana Perez

"...Quem vai virar o jogo, e transformar a perda em nossa recompensa. Quando eu olhar pro lado, eu quero estar cercado só de quem me interessa ♫ ..."
(Lenine)


Depois de alguns aniversários (não muitos!) e alguns cabelos brancos (esses são muitos!), eu percebo o quanto temos que esperar cada vez menos das pessoas.

E quando digo isso, não me refiro somente a relacionamento homem x mulher, me refiro a relacionamento em toda sua totalidade. Pais, filhos, amigos, irmãos... Todo esse ciclo que nos cerca, e hora ou outra vem e nos dá uma “rasteira”.

Eles são maus por isso? Não, é gente como eu, como você e como aquele ali do lado.

Como é que se pode exigir 100% do outro, sendo que geralmente não somos nem com nós mesmos. E o que acontece é a longa e amarga frustração. Quando se espera demais, quando se faz demais... quando se doa demais!

Quando decidi dar um tempo do blog, me preocupei muito com pelo menos uma pessoa que entre sempre esperando pra saber a minha nova aventura, ou mesmo que não haja ninguém que leia o que eu escrevo, me senti na obrigação de honrar esse espaço que de foi dado com tanto carinho... E juntamente dar um tempo nas minhas idéias, vontade... Dar um tempo de mim!

Decidi voltar quando sentisse que era o momento certo... O momento de voltar pra pessoa que eu me esqueci por alguns meses.

O que posso concluir é que só ligo pra quem realmente se importa comigo, mando mensagem pra quem eu me preocupo, e principalmente penso em quem realmente vale á pena um pensamento meu.

Talvez eu já nem lembre mais das coisas como eram. Mas talvez agora eu saiba bem o que é bom pra mim.

Decidi “tirar as rodinhas” da minha bicicleta porque eu não tenho mais que “apoiar em ninguém”, e pegar de volta a vida que me foi tirada sem que eu percebesse.

Porque hoje sim eu sei, até onde cada um de vocês iria por mim!

Um final de semana iluminado ♥

Ih, Falei!



Nenhum comentário:

Postar um comentário